BNDESpar discute venda de três companhias

Com R$ 100 bilhões de ativos sob gestão, a área de mercado de capitais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) passa por mudanças. A mais recente foi a incorporação da área de desestatização, que abre um leque de oportunidades para o banco, tendo as três esferas de governo (União, Estados e municípios) como clientes. O … Continuar lendo BNDESpar discute venda de três companhias

O fator imponderável

Por: Fernando Dantas O ano se inicia com boas notícias para o Brasil. A economia global parece estar ganhando ritmo e os preços das commodities, muito importantes para o Brasil, vêm se recuperando. Prevalece nos mercados mundiais a aposta de que os aspectos potencialmente positivos do governo Trump prevalecerão sobre os aspectos potencialmente negativos. No … Continuar lendo O fator imponderável

Ata do Copom diz que cenário não permite hipótese de cortar juros

Em ata da reunião realizada na quarta-feira passada (27), o Copom (Comitê de Política Monetária) disse que o cenário atual não permite que se trabalhe com a hipótese de flexibilização monetária. Ou seja, o corte de juros tão aguardado pelo mercado não deve ocorrer tão cedo. Conforme mostra a ata, o comitê se comprometeu a … Continuar lendo Ata do Copom diz que cenário não permite hipótese de cortar juros

Inflação alta leva fundos de pensão a descumprir metas

Com a inflação em dois dígitos, 2015 terá sido o terceiro ano consecutivo em que a maior parte dos fundos de pensão não alcançou as metas atuariais de seus planos. Cada ano com seu motivo, já que as condições de mercado seguem ruins desde 2013. Mas, neste último, os administradores tiveram na alta dos índices … Continuar lendo Inflação alta leva fundos de pensão a descumprir metas

Demanda tem recuo recorde e deve agravar queda do PIB em 2016

O recuo de 1,7% da atividade econômica no terceiro trimestre em relação aos três meses anteriores, feitos os ajustes sazonais, veio ainda pior que o apontado pela média de projeções coletadas pelo Valor Data, de ­ 1,3% e provocou uma série de revisões nas previsões para o Produto Interno Bruto (PIB) deste e do próximo … Continuar lendo Demanda tem recuo recorde e deve agravar queda do PIB em 2016

Juro nem sempre é refúgio seguro

Com a elevação das taxas de juros no Brasil, o investidor brasileiro parece ter voltado à era da acomodação. Acomoda-­se em fundos DI e renda fixa conservadores, acreditando que é a melhor forma de proteger seus investimentos. Estudos estatísticos e históricos de crises passadas demonstram que o investidor que diversifica é o que se sai … Continuar lendo Juro nem sempre é refúgio seguro