Startup de planos de saúde Alice compra Cuidas, de atenção primária

white and blue health pill and tablet letter cutout on yellow surface

Primeira aquisição da Alice, Cuidas vai ajudar a atender as demandas ligadas à saúde mental, sono, alimentação e atividade física

A Alice, startup de planos de saúde, fechou a compra da Cuidas, uma healthtech focada em atenção de saúde primária de funcionários de empresas. O valor da transação não foi revelado. Atualmente, a Alice conta com cerca de 4 mil usuários, sendo praticamente todos de planos de saúde individuais, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), de dados de setembro.

Essa é a primeira aquisição feita pela Alice, fundada em 2019. A healhtech já captou, no total, quase US$ 50 milhões com fundos como ThornTree Capital Partners, Kaszek Ventures, Canary e Maya Capital, Endeavor Catalyst, entre outros. Já a Cuidas levantou R$ 5 milhões com os fundos Kaszek Ventures e Canary em 2018 e, em 2020, capturou mais R$ 17 milhões com Kaszek e Península Participações, empresa de investimento da família Abílio Diniz. A iniciativa também contou com alguns investidores-anjo como Jorge Paulo Lemann.

A Cuidas foi fundada em 2018 por Deborah Alves, João Vogel e Matheus Silva, que permanecem no negócio. Ainda de acordo com Florence, a startup Cuidas vai ajudar a atender as demandas ligadas à saúde mental, sono, alimentação e atividade física. “São desafios que as empresas têm com seus funcionários, sobretudo desde o início da pandemia”, disse.

No começo do mês, a Alice começou a expandir atuação fora de São Paulo, sua praça de origem, por meio de um aplicativo que oferece atendimento e consultas on-line avulsos, ou seja, sem vínculo com o plano de saúde. O valor das consultas com nutricionistas, psicólogos e preparadores físicos é a partir de R$ 79,90. Já atendimento imediato, 24 horas por dia e sete dias na semana, com os enfermeiros e médicos do Alice tem custo de R$ 165.

Fonte: Valor Econômico