Hapvida convoca acionistas para discutir compra do Grupo São Francisco

SÃO PAULO – A operadora de planos de saúde Hapvida convocou assembleia geral extraordinária de acionistas (AGE) para o dia 22 de agosto para a aprovação da compra do Grupo São Francisco, que administra hospitais, clínicas e planos de saúde. A operação foi anunciada em maio deste ano.

A empresa deve pagar R$ 5 bilhões na transação — a segunda maior do setor de saúde no país, atrás apenas da compra da Amil pela americana UnitedHealthGroup, em 2012, por quase R$ 10 bilhões. Segundo a operadora, o negócio permitirá seu ingresso na região Sudeste, expandindo assim sua atuação nacional, além do ganho de sinergias de receitas, custos e despesas.

A compra será feita por intermédio da Ultra Som, controlada da Hapvida. Como resultado da incorporação, cada acionista do Grupo São Francisco irá receber 6,21445565516196 ações ordinárias da subsidiária da Hapvida por ação detida.

A operação é analisada atualmente pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) já concedeu parecer favorável à compra no dia 1° de agosto.

Fonte: Valor Econômico