Inglaterra: população subestima a longevidade em até 10 anos, diz pesquisa

terceira-idadeMais de 80% dos adultos do Reino Unido que se aproximam da aposentadoria têm expectativas irreais de quanto tempo eles vão viver, segundo pesquisa publicada.

Entrevistas realizadas com mais de 2000 pessoas, sendo homens e mulheres com idades entre 55 e 64 anos, revelaram que os homens acreditam que viverão até os 81 anos e as mulheres até os 79 anos, segundo a  empresa britânica MGM Advantage. Constatou-se que homens e mulheres subestimam seu tempo de vida em média de cinco a dez anos, respectivamente.

A pesquisa também mostrou que 79% dos homens subestimam sua longevidade em comparação a 85% das mulheres. O diretor de marketing da MGM, Aston Goodey, disse que é importante que as pessoas tenham expectativas realistas de quanto tempo elas estão propensas a viver, para que possam fazer uma reserva adequada para a aposentadoria. “A escolha do perfil de aplicação de ativos mais arrojada com o aumento da expectativa de vida significa que as pessoas podem sobreviver além da reserva planejada. Isso pode levar a um declínio nos padrões de vida justamente no momento que as pessoas mais precisam da renda, principalmente para cuidados médicos”, diz Aston.

Na semana passada, em uma conferência política, o ministro Steve Webb disse à indústria seguradora para aumentar as expectativas com benefícios de longo prazo. Ele identificou a relação entre os gastos no período pós-aposentadoria e as propostas de produtos oferecidos pelo mercado, incentivando a criação de novos produtos. “Talvez, neste admirável mundo novo, poderíamos integrar as duas coisas”, disse ele.